[[JPG-500-475]]

 
A CELSE – Centrais Elétricas de Sergipe, responsável pela operação da UTE Porto de Sergipe I, esclarece que a usina vem operando em toda sua capacidade disponível desde o início de julho deste ano, quando, em vista da grave crise hídrica por que passa o país, foi convocada a gerar energia pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS).
 
A operação, durante todo esse período, transcorre dentro da normalidade e dentro do que foi previsto em seu processo de licenciamento ambiental, realizado junto aos órgãos estadual (ADEMA) e federal (IBAMA), em pleno atendimento aos padrões e legislação vigentes. 
A alegada fumaça vista por moradores do entorno, trata-se, na verdade, de vapor da torre de resfriamento da usina. Um vapor, necessário esclarecer, com teor salino, já que a usina usa água do mar nesse processo de resfriamento, uma solução ambientalmente sustentável, que evita a utilização de água doce da região, recurso escasso e fundamental para nossa própria sobrevivência.
 
A CELSE esclarece ainda que está ciente da queixa dos moradores do Loteamento George Batista, que mantém contato com a Secretaria Municipal de Saúde de Barra dos Coqueiros e com os postos de saúde da região da usina, não tendo esses órgãos, até a presente data, reportado demandas anormais de pacientes com problemas respiratórios. 
Isso posto, não há evidência que sustente qualquer conexão entre o funcionamento da usina e eventual caso de problema respiratório em alguém que resida nas proximidades. Tanto é o caso que não há qualquer relato desse tipo de problema em quaisquer das centenas de pessoas que trabalham na usina todos os dias.
 
A CELSE, por fim, informa que permanece à disposição para maiores esclarecimentos, não limitando a conversa com a comunidade do Loteamento George Batista à reunião havida entre as partes no último dia 14.
 
Barra dos Coqueiros, 20/09/2021.